De volta ao jogo

Uncategorized, universidade

Muito tempo sem escrever ou publicar algo no blog. Porem estou de volta.  E nesse primeiro poste de 2016 vou dar alguns  esclarecimentos.

  1. No meio de 2015  a Universidade Federal da Bahia ( UFBA) entrou em greve e um dia antes eu voltei para minha cidade. A greve acabou  e não voltei. Tive tempo de pensar e avaliar as coisas que queria e decidir largar  o curso e correr atrás de outro.
  2. Decidi Cursar Licenciatura em História na Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) e ando estudando muito para o vestibular.
  3. Não sei exatamente o que escrever agora (kkk), mas esse ultimo vai ser com uma boa noticia.  Vou voltar com tudo a publicar nesse blog.  Escrever vai me ajudar muito.
Anúncios

Circuito das Artes

Dica, Estilo, Inspirações

Semana passada ( na sexta pra ser mais exato)  passei a tarde visitando galerias, fui ver o circuito das artes, apesar de não conhecer muito da cidade (quase nada) eu fui. Meu plano era perguntar como chegar em uma das galerias e vê só mais uma exposição. Já havia visitado e visto a da Galeria Cañizares, mas por conhecidencia conheci uma moça chamada Eva que também ia visitar as galerias e fui com ela em todas e conversamos bastante e ela me mostrou as galerias e ainda me deu várias dicas de lugares e museus e galerias na cidade!!!  Pelo folheto vi que era o terceiro ano do evento e como não fui aos outros eu adorei esse. Sério eu gostei muito das exposições com muitas fotografias, pinturas e esculturas lindas e de vários estilos.

                                O circuito contou com 6 galerias:

 Galeria do ICBA – Sala especial, Sante Scaldaferri, entre ex votos e meninas.                                        

 Galeria Cañizares –  Dúvidas sobre o tangível. 

Galeria ACBEU – A acuidade do invisível. 

Galeria Aliança Francesa – Estímulos patafísicos  

Galeria Cervantes – Sobre obsessões compulsivas

Palacete das Artes – Essa humanidade descontínua 

EEEEEeeeeee eu tirei algumas fotos! 

2015-05-08 16.39.39

Galeria do ICBA

2015-05-08 16.39.24 1

Galeria do ICBA

2015-05-08 16.39.17

Galeria do ICBA

2015-05-08 17.00.33

Galeria Aliança Francesa

2015-05-08 16.59.56 1

Galeria Aliança Francesa

2015-05-08 17.28.58 1

Palacete das Artes

2015-05-08 17.29.08 1

Palacete das Artes

Acabei vendo 7 Exposições, pois no Palacete das Artes tá rolando duas e a outra chama-se “Narrativas Poéticas”  a muita poesia e artes plásticas, muito bonita e tem telas incríveis de pintores consagrados, como o Candido Portinari e Di Cavalcanti.  

Teve uma tela que eu amei  de  Carybé. 

Carybé---Fauna,-flora-e-nativos-brasileiros---Óleo-sobre-madeira,-1953---181,3-x-151,2-cm_

Flora e Nativos Brasileiros

P.S.: A minha câmera é muito ruim, desculpa. Um dia melhora. 

Expressão Tridimensional Um / Trid 1

universidade

Nesse primeiro semestre a disciplina tem sido escultura com baixo e alto relevo. A minha primeira experiencia com escultura foi no primeiro trabalho. Antes de começar a modelar usamos uma placa de madeira que é um quadrado com um borda bem pequena, em cima dele colocamos a argila  e mãos a obra! Como o primeiro objeto de estudo ( antes de fazer a representação na argila foi usado um modelo ” vivo “ ) foi uma folha e um graveto e depois de algumas semanas … 

2015-03-18 11.44.38

Primeiros toques.

2015-03-25 10.37.31

Graveto Acrescentado

2015-03-25 10.37.28

( os sacos são pra guardar a peça no fim da aula e conservar a argila)

Logo após de pronta a folha em argila tiramos um negativo em geso. pra trabalhar com geso tem todo umas manhas e preparação. O resultado do negativo ficou incrível !!!!! Mal posso esperar para tirar o positivo e ver o resultado.

2015-04-06 11.31.30

O murinho é a primeira preparação para receber o geso

2015-04-06 11.49.25

A magia acontecendo …

Molde de Argila e Negativo em Geso

Molde de Argila e Negativo em Geso

  Geso !!!

Molde em Geso !!!

Inscrição – Antes da Prova – Prova – Matricula

universidade

No terceiro ano eu já sabia o que queria  e  já tinha algumas experiências com as Artes Plásticas, entrava todos os dias no site da UFBA pra ver se já havia aberto as inscrições e tipo era “TODOS OS DIAS “até que um tempo depois do ENEM as inscrições abriram e no primeiro dia eu fiz a inscrição. Foi pela manhã eu estava sozinho em casa e quase passei mal ( hahaha) fiz a inscrição tremendo, mas consegui.

É preciso fazer o ENEM porque o curso de Artes Plásticas é dividido em 2 fases: Na primeira é usada a nota do ENEM e tem a média de corte, se seu escore for maior que os de alguns concorrentes e maior que a nota de corte você com certeza vai passar para segunda fase que é dividia  em 3 partes, é uma prova de habilidade especifica, provas na verdade.

Foi meio complicado pra ir fazer a prova, porque eu moro em Feira de Santana e a prova era na Escola de Belas Artes em Salvador, da minha cidade para a capital é umas 2 horas. Tudo se resolveu porque fiquei na casa de uma amiga da minha mãe,  como no mundo nada é só flores a casa  ficava meio longe da universidade tivemos que acordar às 4 da manhã e de bom humor e com energia. A amiga da minha é um doce de pessoa e sua família também são bem legais  aí  tudo  ocorreu bem,     fiz a prova.
A prova

10443605_10202732587550591_6281510825344997316_n

DIA DA PROVA – 29.01.2015


Ela é dividida em 3 partes :

A 1ª Parte é uma prova de observação, eles colocaram uma representação de  alguma coisa e você tem que fazer o mais fiel possível com o minimo de claro e escuro, no meu caso foi um solido bem Mother Fucker e tínhamos 4 horas pra fazer, vejam ele abaixo:

2015-03-02 09.02.47

ESSE É O SÓLIDO.


A 2ª Parte é uma prova de criação, nessa eles  dão alguma base e você tem que criar a partir dela, seu desenho deve lembrar a imagem. No vestibular que fiz foi uma imagem com os reis e rainha do baralho.

A 3ª Parte foi uma prova sobre história da arte, a prova era escrita e tinha 10 questões.

“No final do dia da ultima prova eu achei que não ia passar, que havia sido péssimo, mas no entanto passei. “

Dias depois fui fazer a inscrição e a pergunta desse dia era “ como chegar no paf 1” mas depois de muito perguntar eu e minha prima chegamos e horas depois fiz a matricula e saí de lá mega feliz.

11188383_10202927872996198_8892388729556850145_n

DIA DA MATRÍCULA!!

DIY printed jeans: veja modelos e crie o seu

Uncategorized

Muito bom!

MODA NA MALA

1

As estampas realmente invadiram o cenário fashion, chegando até mesmo ao tradicional jeans. O denim aparece mais irreverente com print de estrelas, poá, crucifixos, flores, corações, adamascado e desenhos abstratos, deixando o look mais divertido e atual. Como nem sempre encontramos nas lojas aquilo que desejamos, podemos customizar nosso jeans em casa. É uma maneira fácil e econômica de se jogar nas tendências sem correr o risco de gastar uma fortuna em uma peça que na próxima temporada possa sair da moda. Então “bora” procurar no armário aquela calça, shortinho ou camisa que está um pouco esquecida para dar-lhe um up. Você vai precisar de: 1 rolha + cerca de 150 ml de água sanitária (QBoa, Cândida, Lejia…os nomes variam conforme o local onde você mora) + pequeno recipiente + vinagre. Vamos ao passo a passo:

1) Estenda a peça em um local limpo e arejado

IMG_8803

2) Despeje a água…

Ver o post original 132 mais palavras

Estampas Étnicas – História das Culturas no Mundo Fashion

Uncategorized

Voltar às origens, às tribos, às tradições mais antigas. Civilizações milenares, ou nem tanto, representam uma área de interesse muito grande na moda, principalmente pela riqueza de suas confecções e vestuários, e ampla possibilidade de formar padronagens diferenciadas. É isso que vemos reaparecer com a onda das estampas. Em diversas outras matérias aqui do More, ressaltamos a tendência das roupas desenhadas, e a simbologia étnica está cada vez mais presente nas peças das vitrines.

Contudo, essa linguagem não é novidade no mundo da moda. Na realidade a inspiração étnica se consolidou nos anos 1970. A palavra “étnico”, no linguajar fashion, foi criada pelos estilistas e escritores de moda para denominar as inspirações nos trajes de povos da América do Sul, África, Oriente, Pacífico e países com grande população camponesa. Portanto, a denominação não se refere somente aos povos indígenas e africanos, como muitos ainda acreditam.

No final dos anos 1960…

Ver o post original 278 mais palavras